EVENTOS CULTURAIS

  • Carnaval

    O Carnaval na Madeira oferece-lhe uma diversidade de atividades à sua escolha, com a opção de as integrar como simples espetador, ou como participante ativo. Na Madeira, a época carnavalesca vive-se em ambiente festivo constante. Quer nas iniciativas de carácter oficial, como nas de carácter mais espontâneo, enraizadas na tradição madeirense, a alegria e a boa disposição imperam nas ruas, nos estabelecimentos de diversão e nas casas particulares. O colorido e animado cortejo alegórico leva milhares de turistas e residentes ao centro do Funchal para a ele assistirem. Este é a principal atração das Festas de Carnaval da Madeira. Nele participam mais de um milhar de foliões com vistosos trajes, e uma dezena de carros alegóricos primorosamente enfeitados. A música abre o cortejo: a alegria colorida e o ritmo das trupes fantasiadas têm o dom de contagiar. Todos desfilam com entusiasmo ao som de músicas selecionadas, com coreografias treinadas ao longo do ano, fazendo transbordar a sua alegria para o público. O Cortejo Trapalhão, realizado na terça-feira de Carnaval, representa o cortejo que se fazia anteriormente, de forma espontânea, na Rua da Carreira. A participação é aberta a todos, nacionais e estrangeiros, podendo fazer-se individualmente ou em grupo. A criatividade dos participantes não tem limites e abarca desde a sátira social e política, aos quadros tradicionais, até ao simples disfarce de caracterização. Quer assista ou participe neste cortejo, poderá partilhar, indubitavelmente, momentos de bom humor e de interação com o público.

    A contagem de dias para definir a data do carnaval a cada ano começa com a Páscoa. Para calcular essa data, é preciso saber o que é equinócio.

    Com nome complicado, equinócio ocorrer duas vezes ao ano, quando o dia e a noite têm exatamente a mesma duração: 12 horas cada. E ele acontece, primeiro, por volta do dia 20 de Março de cada ano. No Hemisfério Sul, é o equinócio de outono, e no Hemisfério Norte, o de primavera. Em Setembro, ocorre novamente entre os dias 22 e 23, invertendo a estação em cada hemisfério.

    A Igreja Católica determinou que todo ano a Páscoa seria comemorada no primeiro domingo após a primeira lua cheia do equinócio de Março.

    Sete dias antes da Páscoa é celebrado na Igreja Católica o Domingo de Ramos, que dá início à Semana Santa. E, exatamente 40 dias antes do Domingo de Ramos, é terça-feira de carnaval. Ou seja: o carnaval é comemorado 47 dias antes da Páscoa

  • Festa da Flor

    O Governo Regional decidiu adiar para Setembro de 2020 a Festa da Flor, programada para o mês de Maio. Uma decisão que acontece devido às circunstâncias resultantes da pandemia mundial de Covid-19.

    A Festa da Flor constitui uma homenagem à Primavera, e a celebração da metamorfose e do renascimento, da fertilidade e da abundância das flores que pintam, perfumam e inebriam o meio envolvente e que emprestam valor e levam o bom nome deste destino turístico além-fronteiras. Descubra mais sobre o que esperar da Festa da Flor da Madeira, que terá lugar, este ano, de 3 a 27 de Setembro 2020.

    A Festa da Flor, além da homenagem às flores, é também um evento cultural, já que, associado ao evento destaca-se a tradição, quer através das atuações de grupos folclóricos, quer através da construção dos belos tapetes florais e ainda através da animação com concertos musicais e espetáculos de variedades.

    MURO DA ESPERANÇA:

    O Cortejo Infantil, no qual milhares de crianças, vestidas a preceito, desfilam até à Praça do Município para ali compor um belíssimo mural de flores simbolicamente denominado por “Muro da Esperança”.

    Esta iniciativa, que se realiza há mais de três décadas, associa a singeleza infantil à delicadeza das flores, numa cerimónia que tem como propósito um apelo à paz no mundo. Cada criança leva uma flor e a cerimónia habitualmente culmina com uma largada de pombos e com um espetáculo infantil.

    CORTEJO ALEGORICO:

    As ruas da baixa funchalense voltam a invadir-se de música, de cor e de suaves perfumes com o sumptuoso desfile de carros alegóricos que, harmoniosamente, conjugam múltiplas espécies florais com decorações repletas de criatividade. Este é o Cortejo Alegórico da Flor, um dos acontecimentos mais marcantes e dos mais aguardados de todo o certame, quer por visitantes, quer por residentes, que se realiza desde 1979.

  • Festival do Atlântico

    O Festival do Atlântico, evento que marca o início da época de Verão na Madeira, é um dos mais recentes eventos de animação turística.
    A edição de 2020 foi cancelada, uma decisão que acontece devido às circunstâncias resultantes da pandemia mundial de Covid-19.

    Este evento consiste de um diversificado conjunto de iniciativas culturais distribuídas ao longo do mês de Junho, sendo de realçar os espetáculos piromusicais, o Festival Raízes do Atlântico e a Semana Regional das Artes.

    SÁBADOS:
    Os espetáculos piromusicais decorrem em quatro sábados do mês de Junho, pelas 22h30, no molhe exterior da Pontinha. Estes espetáculos maravilhosos e emocionantes, com duração aproximada de 20 minutos cada, conjugam fogo-de-artifício e música numa experiência única para visitantes e residentes.
    Estes espetáculos colocam em competição empresas que disputam um troféu atribuído por votação do público, através da Internet e tômbolas colocadas em locais estratégicos da cidade do Funchal (Cais da cidade - dia do espetáculo, La Vie, Marina Shopping e Turismo).

  • Mercado Quinhentista

    A cidade de Machico promove o Mercado Quinhentista, um evento que recria o período histórico da descoberta do arquipélago da Madeira e que tem conquistado um estatuto de relevo cultural.

    Organizado pela Câmara Municipal de Machico, em parceria com a Escola Básica e Secundária de Machico, esta iniciativa decorre no Largo da Praça, na Alameda Dr. José António de Almada, no centro da cidade, e oferece um conjunto de atividades de âmbito cultural e musical.

    Através da recriação histórica das vivências colectivas da capitania de Machico nos primeiros anos de Quinhentos, pretende-se sensibilizar para a defesa da nossa identidade cultural, valorizando-a no contexto do património histórico português.

    Machico evidencia assim o seu espírito empreendedor e o carácter pioneiro que lhe faz jus à História. Do mesmo modo que foi na baía de Machico que atracaram os primeiros navios portugueses, que Zarco e Tristão Vaz pisaram pela primeira vez terras insulares, que se rezou a primeira missa, se edificou a primeira igreja da Ilha e se instituiu a primeira capitania do Reino, é em Machico que se desafia o presente e se aposta no turismo histórico.

    EXPOSIÇÕES TEMÁTICAS:

    No âmbito do projecto, realizam-se várias exposições de apresentação em centros comerciais do Funchal e no Aeroporto da Madeira. Destacam-se as exposições temáticas “A Casa de Tristão”, “Navegadores Quinhentistas” e “Herdeiros dos Capitães do Donatário”.


Onde estamos

  • Rua João Tavira, 55
    9000-075 Funchal
  • (+351) 291 759 177
  • (+351) 912 349 650
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

© 2019 - PINK REAL ESTATE - AMI: 7285

DEVELOPED BY NAVEGA BEM  |  PROPPY CRM